COMPOSTAGEM

Piracicaba / SP

COMPOSTAGEM DE RESÍDUOS ORGÂNICOS

 

O que é?

          Primeiramente, é necessário rever a crença de que folhas e sobras são sujeira e que, portanto, devemos enviar esses nobres resíduos para o aterro sanitário. As sobras de frutas, verduras, borra de café, entre outros são resíduos altamente recicláveis e podem ser processados em um pequeno espaço de terra.

          A compostagem – técnica milenar que imita o processo natural de ciclagem de nutrientes no solo, é um recurso no gerenciamento de resíduos orgânicos que possibilita devolver sobras em forma de adubo para a terra. O composto orgânico resultante melhora as condições físicas do solo, resgata a fertilidade e alimenta a biodiversidade de fungos, bactérias e animais (minhocas, insetos, tatuzinhos, entre outros) do local. Pode ser usado em hortas, praças, na lavoura, em viveiros, vasos e jardins.

Técnicas de Compostagem

 

          Existem diversas técnicas de compostagem. A escolha da composteira ideal dependerá da quantidade de resíduos produzidos, de acordo com os hábitos alimentares e espaço disponível. Conheça abaixo duas técnicas mais usuais de compostagem:

Compostagem em baldes/caixas empilháveis.

          É indicada como uma solução para os resíduos orgânicos domiciliares, pois transforma o que seria lixo em um rico húmus e, além de reduzir o lixo que seria destinado a aterros, diminui a emissão de gases do efeito estufa. Nessa técnica, minhocas podem ser incorporadas para acelerar o processo de decomposição da matéria orgânica.

 

          Saiba como montar sua composteira doméstica:

 

Compostagem em leiras:

          É indicada para espaços maiores e pode receber uma maior quantidade de resíduos. As leiras podem ter porte e tamanho variado. A depender do volume de resíduos gerados e do espaço disponível sua capacidade pode ser replicada e aumentada.

          O processo de decomposição e compostagem ocorre principalmente por bactérias e fungos. As laterais e a base são preparadas com cobertura vegetal seca, que permite a aeração do composto, por isso, não gera cheiro. Seu manejo é simples e pode ser feito de forma manual ou mecanizada. 

 

Saiba como montar sua composteira em leiras:

Clique sobre a imagem para iniciar o download

Leiras%201_edited.jpg

Fonte das informações: Da Pá Virada: Revirando o tema lixo: Vivências em Educação Ambiental e Resíduos Sólidos. Daniela Cassia Sudan (coord.). São Paulo – SP. Universidade de São Paulo. Programa USP Recicla/Superintendência de Gestão Ambiental. 2. Edição,2013.

Cepara – Centro de Estudos e Pesquisa para Aproveitamento de Resíduos Agroindustriais e USP Recicla Campus Luiz de Queiroz.

Dicas

 

O material será um composto, pronto para ser usado, quando:

• Tiver cor marrom café e cheiro agradável de terra;

• Estiver homogêneo e não der para distinguir os restos e

• Não esquentar mais, mesmo após o revolvimento.

Algum problema?

Mau cheiro: Pode estar molhado demais ou pouco arejado. Revire e adicione folhas secas ou grama. 

Presença de moscas: Cubra com folhas secas ou grama

Decomposição demorada: Pode estar muito seco ou muito “pedaçudo”. Junte mais materiais úmidos (como restos de cozinha) e pique os materiais antes de colocá-los na composteira.

 

BIOFERTILIZANTE DA COMPOSTEIRA DOMÉSTICA:

Nada mais é que o excesso de líquido presente nos alimentos (rico em nutrientes e sais minerais) acrescido dos nutrientes presentes no composto. Como na composteira doméstica só há resíduos orgânicos, esse líquido torna-se um excelente adubo natural, de fácil utilização e fácil absorção pelas plantas. Devido à alta concentração de nutrientes, recomenda-se diluir o composto líquido em 10 partes de água, antes de utilizá-los nas plantas.

Use um recipiente para acumular o líquido e, depois de diluído, aplique-o sobre a terra. Mas, atenção, se o chorume for guardado em um ambiente fechado e por muito tempo, o seu cheiro se torna forte e desagradável. Por isso, não acumule esse material em casa durante longos períodos.

A aplicação pode ser feita a cada 15 dias em vasos, canteiros e jardins.

.

Para Escola

 

A compostagem também pode ser realizada na escola e é um instrumento para instigar a compreensão sobre a ciclagem de nutrientes, a importância dos seres vivos no processo e a necessidade de envolvimento e responsabilidade nas pessoas no cuidado com os resíduos e com o ambiente como um todo.

Veja abaixo algumas sugestões de como abordar o tema na escola:

Minhoc%C3%A1rio_edited.jpg

Materiais de Apoio

 

Conheça algumas referências de materiais de apoio sobre compostagem:

- para acessar clique sobre o documento

- Laboratório de Educação.

- Instituto ECYCLE.

- Manual_como separar resíduos orgânicos nas escolas.

Vídeos

Contato

NEA - Núcleo de Educação Ambiental

Av. Maurice Allain, 77 - Vila Rezende, Piracicaba - SP

Fone: (19) 3417-9494

Email:neasedema@gmail.com

Fale com a SEDEMA

Pesquisa personalizada no site da SEDEMA. O resultado será exibido em uma nova janela.

Fone:

( 19) 3403-1250 

Endereço:

R.: Cap. Antônio Corrêa Barbosa 2233, 9º andar 

Email:

Chácara Nazareth ,  Piracicaba / SP   -   CEP 13.400-900 

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now